Bafão! Dado Dolabella é condenado na justiça após novo recurso da camareira que foi agredida por ele

Dado Dolabella vai ter que pagar a camareira (Foto: Reprodução/Montagem)
Dado Dolabella vai ter que pagar a camareira (Foto: Reprodução/Montagem)

Dado Dolabella não esperava por essa. Após anos ganhando “tempo” na Justiça, o ator agora foi condenado a pagar a camareira Esmeralda através do dinheiro previsto para receber em um processo trabalhista

Dado Dolabella pode finalmente pagar uma indenização que deve há seis anos a Esmeralda Honório. A dívida ficou em aberto porque o ator, na época, não tinha nenhum bem em seu nome. É isso mesmo! A novela envolvendo a vida do artista nos bastidores para ter um novo capítulo bombástico.

Nessa quinta-feira, 26 de dezembro, o Fofocalizando, do SBT, anunciou que dessa vez a dona Esmeralda, camareira agredida no momento que tentou separar uma briga entre Dado Dolabella e até então sua namorada Luana Piovani, entrou com mais um recurso contra o ator. Agora, a justiça determinou que ela receba o valor estipulado da indenização vindo de um processo trabalhista que Dado move contra sua antiga emissora, no caso, a Record TV.

Sendo assim, caso Dado Dolabella consiga “arrancar” algum valor do canal da Barra Funda, parte deverá se reverter para pagar uma indenização a dona Esmeralda, que já tentou de várias formas ganhar aquilo que é de seu direito.

Na época, a camareira contou à polícia ter sido empurrada quando tentava apartar uma briga entre o Dado Dolabella e a atriz Luana Piovani na boate 00, na Gávea, na Zona Sul. A confusão foi registrada por câmeras de segurança da boate. Esmê, como é conhecida no meio artístico, chegou a ficar dois meses impossibilitada de trabalhar, com divulgou o portal G1.

Dado Dolabella e a camareira Esmeralda (Foto: Reprodução)
Dado e a camareira Esmeralda (Foto: Reprodução)

Na ocasião, o  ator Dado Dolabella foi indiciado por lesão grave à camareira Esmê, como é conhecida entre os artistas. A informação foi confirmada pelo chefe de operações da 15ª DP (Gávea), inspetor Estelita. Segundo ele, a polícia recebeu o laudo que atesta que Esmê ficou mais de 30 dias impossibilitada de trabalhar.

Carregar Mais Notícias