Choro na bancada, conversas sigilosas divulgadas e morte irreparável: William Bonner enfrenta período avassalador

William Bonner, no comando do Jornal Nacional na Globo
Bonner, no comando do Jornal Nacional na Globo

William Bonner enfrentou ano desafiador com a morte da mãe, guerra com o presidente Jair Bolsonaro e até com a invasão de sua privacidade

O ano de 2019 está chegando ao fim e com ele o balanço do que aconteceu com alguns artistas ao longo dos últimos meses é completamente inevitável, prova disso é o caso do âncora do Jornal Nacional, William Bonner, que apenas nos últimos tempos viu o nome dele envolvido em algumas polêmicas que literalmente deram o que falar.

O ano na vida pessoal de William Bonner também foi tema em relação ao casamento dele com Natasha Dantas, durante três vezes, em momentos distintos, ele acabou sendo colocado em boatos de que o casamento não ia bem, principalmente ao ser flagrado sem aliança fazendo a típica caminhada dele pelas ruas do Rio de Janeiro, ou ainda quando ele e Natasha Dantas, atual esposa, foram vistos de formas separadas em diversos compromissos. O resumo neste caso, é o casamento parece estar bem e bem longe dos boatos de separação.

Ainda falando da vida pessoal de William Bonner, o jornalista também se deparou com uma das dores mais profundas que todos podemos enfrentar: a morte da mãe dele. Maria Luiza morreu em abril desde ano com pouco mais de 80 anos de idade. Na época, o jornalista estava de férias da bancada do Jornal Nacional e utilizou as redes sociais para fazer um depoimento sobre o triste momento enfrentado na vida dele:  “Meu pai tinha sido encantado pelos sorrisos. Os netos, pelos carinhos sem medidas. Os filhos, pelo amor incansável. Partiu cedo, por força maior. Mas dormindo, como pediu.”, disse o âncora do JN na época deixando muita gente emocionada.

Mas a vida de William Bonner ao longo de 2019 se não deu muita trégua no lado pessoal, tão pouco seria no campo profissional. Em discussões acaloradas o âncora do JN foi colocado, principalmente em um dado momento, quando o jornalístico, que ele é editor-chefe na Globo, fez uma matéria falando do suposto envolvimento de Jair Bolsonaro na morte da deputada Marielle Franco. Daquele dia em diante, o Presidente, deixou ainda mais clara sua revolta com Bonner e em dado momento chegou a divulgar que o jornalista ganhava 800 mil reais mensais e não pagava os impostos de maneira correta.

Outro grande momento neste ano de William Bonner se deu na emoção que o jornalista deixou transparecer no anúncio da morte do apresentador Gugu Liberato, que morreu fatalmente após cair de uma altura de quatro metros da casa dele em Orlando nos Estados Unidos. Na ocasião, William Bonner teve que segurar profundamente a emoção, chegou a ficar com a voz embargada e muitas pessoas na internet elogiaram o lado humano demonstrado pelo jornalista.

E obviamente o ano de 2019 não poderia ir embora sem outra confusão envolvendo o âncora do Jornal Nacional. Recentemente a Globo emitiu um comunicado falando sobre uma polêmica delicada envolvendo o nome de seu contratado. Isso porque, William Bonner teria sido hackeado e as conversas pessoais, ou seja, de certa forma sigilosas, teriam sido divulgadas no aplicativo de mensagens Telegram. O mais surpreendente dessa história toda, é que Gregório Dudiver foi envolvido nessa história, na qual surgiu orientando o hacker a tentar ter acesso a conversas de alguns nomes da Globo, inclusive, do próprio Bonner. Em comunicado oficial, o canal carioca afirmou que seu contratado não tem nada a esconder, não havia apagado conversas como foi especulado, e que nem tão pouco tem qualquer envolvimento em conversas sigilosas com envolvidos no escândalo da Lava Jato.

O jornalista William Bonner foi acusado de perseguição contra Lula ao comandar o Jornal Nacional globo (Foto: Reprodução)
O jornalista William Bonner, âncora do Jornal Nacional se emocionou na morte de Gugu (Foto reprodução)
Carregar Mais Notícias