Criticada por Bolsonaro, Greta é eleita personalidade do ano

Criticada por Bolsonaro Greta e eleita personalidade do ano

Nesta semana, a ativista sueca Greta Thunberg, de 16 anos, que foi chamada de “pirralha” pelo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, foi escolhida a Personalidade do Ano pela revista Time.

Para quem não sabe, o título é dado a pessoas que se destacaram, por alguma razão, em suas atividades.

Greta ficou internacionalmente conhecida pelas mobilizações em Estocolmo, na Suécia, que inspiraram jovens de todo o mundo a cobrar ações concretas de governos contra as mudanças climáticas.

Ela começou a partir de protestos solitários que realizava diante do parlamento da Suécia, que levaram a greves escolares que se espalharam ao redor do mundo.

Atualmente, ela está em Madri, na Espanha, onde acompanha a COP-25. Por lá, ela fez duras críticas ao assassinato de indígenas em todo o mundo e foi a principal estrela de uma manifestação de 500 mil pessoas pelas ruas da capital espanhola.

“Líder de nosso tempo”, diz DiCaprio sobre Greta Thunberg

Pirralha

Na última terça-feira (10), Greta escreveu em uma rede social que os povos indígenas estavam, literalmente, sendo assassinados por tentar proteger a floresta do desmatamento ilegal.

Porém, ao responder a ativista, Bolsonaro criticou o espaço que a imprensa estava dando para uma garota de 16 anos.

“Índio? Qual o nome daquela menina lá? De fora, lá? Greta. A Greta já falou que os índios morreram porque estavam defendendo a Amazônia. É impressionante a imprensa dar espaço para uma pirralha dessa aí. Pirralha”, disse.

Ele ainda acrescentou que qualquer morte preocupa e que só quer “cumprir a lei”, dizendo ser “contra o desmatamento ilegal, contra a queimada ilegal. Tudo que for contra a lei, nós somos contra”.

Carregar Mais Notícias