Eduardo Martini leva três indicações no Prêmio do Humor 2020

Eduardo Martini leva tres indicacoes no Premio do Humor 2020

O humorista e apresentador Fábio Porchat criou o Prêmio do Humor, entregue a quem se destacou com as melhores comédias do ano, nos palcos do Rio de Janeiro e São Paulo.

Em 2019, a edição homenageou Jô Soares, em São Paulo e Berta Loran, no Rio de Janeiro.

Para 2020, já foi divulgada a lista dos indicados que serão agraciados com as honrarias.

E um nome bastante conhecido do meio está “flutuando” de felicidade. Eduardo Martini, ator e diretor, que em 2019 levou o prêmio especial pelos 40 anos de carreira, com constante contribuição ao teatro de humor em São Paulo, agora está indicado em duas categorias: melhor espetáculo, performance com a peça Uma Lágrima Para Alfredo, texto de Raphael Gama, que contracena com Martini na peça e também foi indicado na categoria Melhor Texto.

“Estou explodindo de felicidade. Um texto lindo, com humor, que traz uma reflexão sobre o amor, as dores da idade, as diferenças sociais. Nossa, eu estou flutuando com tamanha alegria. Não sei explicar direito, só sei que este trabalho foi especial para mim em 2019. Já recebemos o Prêmio de Melhor Espetáculo no Festival de Mairiporã, no interior de São Paulo e agora vejo nosso trabalho vem com 3 indicações no prêmio do queridíssimo Fábio Porchat. Isso mostra que vale a pena investir no teatro, na cultura de um país, na formação de plateia, que é o que eu me empenho sempre em fazer”, falou Martini a OFuxico.

Eduardo Martini encabeça lista de Melhores Atores Coadjuvantes do Teatro

A premiação

Os vencedores serão anunciados em março de 2020, em cerimônias nas duas capitais, que possui cada uma seu próprio júri: São Paulo conta com Ary França, Bete Dorgam, Miguel Arcanjo Prado, Paulo Bonfá e Fabiana Seragusa. No Rio de Janeiro, o júri traz Aloisio de Abreu, Claudia Ventura, Sura Berditchevsky, Rafael Teixeira e Eber Inácio.

Conheça os indicados ao Prêmio Humor 2020 por São Paulo:

MELHOR TEXTO
Alvaro Assad, Newton Moreno e LaMínima, por Ordinários
Fernanda Maia, por Chaves – Um Tributo Musical
Mauricio Meirelles, por Mauricio Meirelles – Stand-up
Raphael Gama, por Uma Lágrima para Alfredo
Renato Modesto, por O Martelo

MELHOR DIREÇÃO
Alvaro Assad, por Ordinários
Jorge Farjalla, por O Mistério de Irma Vap
Rafael Primot, por Como Ter uma Vida Quase Normal
Zé Henrique de Paula, por Chaves – Um Tributo Musical

MELHOR ESPETÁCULO
Chaves – Um Tributo Musical
Mauricio Meirelles – Stand-up
Ordinários
Uma Lágrima para Alfredo

MELHOR PERFORMANCE
Angela Dippe, por As Atrizes
Carol Costa, por Chaves – Um Tributo Musical
Diego Velloso, por Chaves – Um Tributo Musical
Eduardo Martini, por Uma Lágrima para Alfredo
Edwin Luisi, por O Martelo
Luís Miranda, por O Mistério de Irma Vap
Mateus Ribeiro, por Chaves – Um Tributo Musical
Mauricio Meirelles, por Mauricio Meirelles – Stand-up
Monique Alfradique, por Como Ter uma Vida Quase Normal
Rodrigo Fagundes, por Sylvia

PRÊMIO ESPECIAL
Centro de Memória do Circo, por há dez anos preservar a história do humor circense
Cia. Barbixas, pelos 15 anos de humor inteligente e propositivo
Elenco de Ordinários (Fernando Paz, Fernando Sampaio, Filipe Bregantim), pela excelente sintonia no jogo cênico
Fábio Namatame, pela impecável caracterização de Chaves – Um Tributo Musical (figurino e visagismo)
Hugo Possolo, por colocar o humor no tradicional palco do Theatro Municipal de São Paulo
Pedro Cardoso e Graziella Moretto, pela vibrante ocupação do Teatro MorumbiShopping, que fez o público rir e refletir

Conheça os indicados ao Prêmio Humor 2020 pelo Rio de Janeiro:

MELHOR TEXTO
Felipe Cabral, por 40 Anos Esta Noite
Regina Casé e Hermano Vianna, por Recital da Onça
Cláudia Gomes, por Mãe Fora da Caixa
Cia. Bagagem Ilimitada, por Furdunço no Fiofó do Judas

MELHOR DIREÇÃO
Marcus Alvisi, por A Verdade
Joana Lebreiro, por Mãe Fora da Caixa
Ana Carolina Sauwen, Florencia Santángelo, Nara Menezes e Natascha Falcão, por Las Panamericanas – Grandes Sucessos de Ontem, Hoje e Sempre
Luiz Fernando Lobo, por A Mandrágora

MELHOR ESPETÁCULO
A Verdade
As Comadres
Recital da Onça
Mãe Fora da Caixa
Las Panamericanas – Grandes Sucessos de Ontem, Hoje e Sempre
Furdunço no Fiofó do Judas
A Mandrágora

MELHOR PERFORMANCE
Felipe Cabral, por 40 Anos Esta Noite
Diogo Vilela, por A Verdade
Sirlea Aleixo, por As Comadres
Regina Casé, por Recital da Onça
Miá Mello, por Mãe Fora da Caixa
Miguel Falabella, por A Mentira
Cleber Tolini, por O Subnormal – Uma História de Baixa Visão
Zezé Polessa, por A Mentira

PRÊMIO ESPECIAL
Elenco de As Comadres, pela qualidade do trabalho coletivo e brilho na alternância de papéis
Ana Carolina Sauwen, Florencia Santángelo, Nara Menezes e Natascha Falcão, pela pesquisa de palhaçaria e burlesco cômico feminino em Las Panamericanas- Grandes Sucessos de Ontem, Hoje e Sempre
Cia. Bagagem Ilimitada, pela incorporação do repertório da cantora Marinês à dramaturgia teatral de Furdunço no Fiofó do Judas
Sônia Dummont e Wladimir Pinheiro, pela tradução das canções de As Comadres

Carregar Mais Notícias