Fernando Rocha abre o jogo sobre demissão da Globo

Fernando Rocha
Fernando Rocha abre o jogo sobre demissão da Globo (Imagem: Divulgação / Globo)

Fernando Rocha voltou a falar de sua saída da Globo. Ao programa Pânico, da Rádio Jovem Pan, desta terça-feira (17), o apresentador lembrou os 30 anos de carreira na emissora e disse que sentiu-se perdido após a demissão.

“Nesses 30 anos de Globo, adquiri uma personalidade muito ligada à emissora. Eu fui o ‘Fernando da Globo’. Era meu nome, minha identidade. Quando você perde isso, você fica um pouco sem chão, um pouco sem rumo”, afirmou o jornalista.

O comunicador, no entanto, revelou entender o momento pelo qual o canal passa e que sabe os motivos que levaram à sua saída. “Saí pelo processo de reestruturação que atingiu várias pessoas. Continua atingindo. Isso me dá tranquilidade para dizer que não é uma questão particularizada, não vou individualizar meu drama”, contou ele.

“É uma situação muito maior, muito mais abrangente do que possa parecer. Porque a lista é imensa de pessoas que saíram, depois e antes de mim. Minha história é uma dentro de várias outras. Mas existe um motivo maior, uma questão estratégica que nem me cabe responder, analisar, ponderar, porque é um movimento dentro da própria empresa”, explicou.

Atualmente atuando como palestrante, colunista e escritor, Fernando Rocha garante que está satisfeito com seus projetos: “Tenho mais recursos com meu próprio nome do que um nome que depende do local onde eu trabalho. Encontrei meu propósito depois que eu saí da televisão. Depois que me foi colocada essa nova formação social para mim. E eu estou muito feliz”.

Carregar Mais Notícias