Rapper R. Kelly é condenado por abuso e tráfico de mulheres e jovens

Reprodução/Instagram @rkelly

O Rapper R. Kelly possui em suas contas uma lista de acusações de crime feitas ao longo da última década, sendo a maior das acusações sendo sobre abuso e tráfico sexual de mulheres e adolescentes.

Nesta segunda-feira, 27 de setembro, de acordo com o The New York Post, o músico foi condenado culpado após dois dias de julgamento.

O júri, composto por sete homens e cinco mulheres foram unânimes em sua decisão e a pena pode variar entre dez anos e prisão perpétua. Diversas testemunhas e vítimas deram depoimentos sobre os comportamentos e ações do acusado.

Segundo a acusação, R. Kelly usava sua rede de amigos e funcionários para transportar vítimas de abuso por diferentes estados dos Estados Unidos, “controlando suas ações e facilitando o abuso sexual”.

Lembrando que, em junho passado, os advogados de Chicago, Steve Greenberg e Michael Leonard pediram para desistir do caso, mas foi posteriormente alegado por um dos advogados restantes que os dois foram demitidos antes de pedirem para sair. E o terceiro advogado, Douglas Anton, já não fazia mais parte da equipe do caso de Nova York.

PROBLEMAS COM IMPOSTOS ATRASADOS

Enquanto aguardava na prisão o julgamento que o condenou, R. Kelly foi acusado de dever mais de US$ 3,8 milhões (R$ 19 milhões) em impostos atrasados após ter uma garantia federal movida contra ele em Illinois, que, de acordo com a revista Star, ele se recusou a pagar US$ 1.935.034,88 devidos em sua fatura de 2008.

Isso além de uma garantia separada apresentada pela Fazenda em 2019 sobre US$ 1,8 milhões devidos em duas contas fiscais anteriores, que ainda estão ativas e não pagas, totalizando em US$ 3.813.772,31.

De acordo com a revista People, seus novos advogados ainda não fizeram nenhum comentário sobre a dívida.

Vale ressaltar que, no passado o rapper não conseguiu ter o pedido de prisão domiciliar aprovado por um juiz. Seus advogados justificaram no pedido que o cantor corria risco de morrer se pegar o coronavírus.

De acordo com documentos legais, obtidos pelo site TMZ, o juiz disse que entre as várias razões pelas quais o cantor não deve deixar a prisão é porque ele corre o risco de fugir.

Carregar Mais Notícias