Tom Cavalcante faz revelação chocante sobre morte de Gugu e caso será levado à Justiça

Tom Cavalcante
Tom Cavalcante se despediu do amigo Gugu Liberato (Foto: Francisco Cepeda e Thiago Duran / AgNews)

Tom Cavalcante ficou emocionado ao se despedir de Gugu e não conseguiu controlar o choro ao falar do apresentador

Gugu Liberato, na Assembleia Legislativa de São Paulo, nesta quinta-feira (28). O comediante afirmou que a morte do apresentador foi armada e ressaltou a possibilidade de o caso ser levado à Justiça.

“Aquilo era uma armadilha. Se eu fosse a família, eu processaria. Não pelo dinheiro, mas para avisar outras pessoas que venham a cair em circunstâncias parecidas”, disse o famoso em conversa com a imprensa na saída do local.

Gugu morreu depois de sofrer um acidente doméstico na casa que havia comprado recentemente em Orlando, nos Estados Unidos. Na ocasião, o comunicador subiu no sótão da residência para resolver uma questão com o ar-condicionado e acabou caindo de uma altura de quatro metros, que foi fatal e resultou na morte cerebral.

Emocionado, Tom Cavalcante se despediu do amigo de longa data e ressaltou as boas memórias de Gugu, na vida pessoal e no trabalho. “Fica a lembrança de um cara inquieta. Alguém que criou formatos, inovou. Ele continuou fazendo isso até o fim. O programa dele novo era de uma graciosidade. Parecia que você estava num estúdio da RAI na Itália, da CNN nos EUA. Ele estava em uma ótima fase, consolidado financeiramente, profissionalmente e ainda investindo em formatos”, declarou.

Além do humorista, outras diversas personalidades da mídia prestaram suas últimas homenagens ao veterano. Dentre elas, Sabrina Sato, Ana Hickmann, Eliana, Luciano, da dupla com Zezé Di Camargo, Frank Aguiar, Celso Portiolli e Rodrigo Faro – que falou pela primeira vez sobre Gugu após protagonizar uma gafe ao vivo em seu programa, perguntando sobre a audiência da edição especial promovida ao apresentador.

Carregar Mais Notícias