Vídeo de Xuxa reagindo friamente a novo hit de Ludmilla é falso

Xuxa Meneghel
Reação de Xuxa Meneghel em vídeo com hit de Ludmilla repercutiu na web (Imagem: Divulgação / Record)

O vídeo em que Xuxa Meneghel apareceu supostamente ignorando a apresentação de Ludmilla na gravação do especial Família Record é falso. A reação mais calma da apresentadora aconteceu durante a apresentação de uma dupla sertaneja.

No início da terça-feira (10), surgiu um vídeo da loira ao lado de colegas de emissora, como Ana Hickmann, Sabrina Sato e Rodrigo Faro, no qual ela, supostamente, não mostrou empolgação com o novo hit da funkeira, Verdinha.

O perfil de um fã-clube da cantora compartilhou um segundo vídeo, com a dupla Fernando & Sorocaba cantando Bom Rapaz, e não de Ludmilla e sua nova música.

“Estão espalhando vídeo fake falando que Xuxa fez descaso com Ludmilla e sua música Verdinha na festa de fim de ano da Record, colocaram até áudio fake, esse é o vídeo verdadeiro”, anunciou.

Uma internauta reagiu indignada: Xuxa não é de ficar parada quando toca funk. Eu tava quase caindo nessa. Esse pessoal não tem o que fazer mesmo!”. Só doido acredita q a Record a emissora mais preconceituosa iria deixar a Lud cantar verdinha em algum programa”, alfinetou mais uma.

Confira:

Leo Dias publica desabafo sobre vício em drogas e cita Xuxa Meneghel

Leo Dias sempre teve uma personalidade muito forte, seja nos trabalhos que fez na televisão — como no Fofocalizando ou no TV Fama — ou fora do ar. Um de seus dilemas pessoais é a dependência química, que o fez ser internado numa clínica de reabilitação e também lhe exige superação a todo tempo.

No Instagram, ele publicou um extenso desabafo. O jornalista, já no início do texto, apontou que está passando por um grande problema: “Se existe alguém transparente nessa vida, esse alguém sou eu. Mas eu refiro-me a algo que foge totalmente ao meu controle. Sou um péssimo ator, não sei viver personagens e nem é preciso me conhecer muito para que, em alguns segundos olhando para mim, você já perceba alguma coisa”.

Na sequência, ele explicou que seu vício em drogas pode ter muitos gatilhos: “E por isso que está claro para qualquer imbecil que meus últimos meses foram de altos e baixos do meu lado mais obscuro, a droga. Há alguns anos (tentando) fazer terapia especializada em compulsões, chegamos a conclusões de que os fatores externos profissionais abalam demais a minha saúde mental e me faz procurar a droga”.

“Mas porque eu procuro algo que eu sei que tem consequências terríveis para a minha vida? Uma das razões é fuga, sim, simplesmente fuga. Justamente eu, que pareço tão corajoso, fujo para não encarar de frente os meus problemas. Logo em uma das minhas primeiras sessões de terapia, Dra Ângela falou uma frase que nunca mais saiu da minha cabeça: ‘Sua profissão é insalubre'”, prosseguiu Leo.

O jornalista explicou como esta última fala da terapeuta mexeu com ele e desabafou sobre decepções: “Em outras palavras, ela quis dizer que eu deveria mudar de profissão. Ao invés disso, eu decidi mudar o jeito de exercer a minha profissão. Peguei mais leve, e, de fato, a minha vida melhorou. Quando eu me internei em Paulínia, eu descobri outro grave gatilho”.

Carregar Mais Notícias