Adriane Galisteu diz que ficar mais velha é uma m* e fala de relação abusiva

Adriane Galisteu
Adriane Galisteu comenta sobre velhice e relacionamento abusivo (Imagem: Reprodução/Instagram)

Adriane Galisteu decidiu abrir o jogo sobre sua intimidade e também carreira. Entre os assuntos abordados pela famosa está a da superação de um relacionamento abusivo.

“Nunca passei por uma situação de assédio, mas já tive que lidar com um relacionamento abusivo, sim. Nunca cheguei a apanhar, só que o namoro foi muito abusivo, doentio”, contou ela à revista Marie Claire.

“As pessoas começam a se afastar, sua turma acha estranho, mas você até gosta quando isso acontece, pois aí você fica só com ele. Acabei brigando até com a minha mãe… Quando a sua ficha cai, acha que não vai conseguir viver sem aquele homem. Por isso é importante ter alguém para conversar, principalmente se for uma mulher, que costuma acolher melhor”, acrescentou ela.

Na conversa, a apresentadora aproveitou para falar sobre empoderamento feminino. “A gente já conquistou bastante coisa, vejo que o tempo é outro. Por exemplo, na minha época mulher não era amiga de mulher. Falavam que apenas os homens eram unidos. Eu tenho poucas amigas mulheres, só que agora, você vê uma união, de até mesmo de mulheres que não se conhecem comprando o barulho de outra”, desabafou.

Sobre a velhice, Adriane Galisteu disparou: “Estou achando uma merd* [envelhecer]. É verdade, não é uma delícia. Queria pular essa etapa da vida, mas é o que tem para hoje”.

“O que dá mais trabalho, no meu caso, é que eu gosto de me ver magra, tomar sol, usar pouca maquiagem na pele, ainda não fiz tratamento evasivo na pele… Agora, tenho que comer metade, correr em dobro. É uma obrigação que eu mesma coloquei”, completou.

Carregar Mais Notícias