Atriz Elizângela quebra os dois braços após sofrer tombo em casa

Divulgação/Maurício Fidalgo/TV Globo

Neste domingo, 24 de outubro, Elizângela compartilhou um vídeo em sua conta no Instagram e apareceu com os dois braços enfaixados.

A atriz contou que sofreu algumas fraturas após levar um tombo no quintal de sua casa. “Oi, gente! Vocês estão vendo, né? Estou de asa quebrada, acredita? Levei um tombo aqui no quintal de casa, de bobeira. Caí de cara no chão. Ainda bem que não cortou nada, mas tive fratura nos dois antebraços. Acredita em uma coisa dessas? Vou ficar um tanto out uns diazinhos pelo menos até a outra semana, até radiografar de novo, para ver como vai ficar, para ver se coloco só a tipoia. Estou legal, estou bem, mas vou ficar um pouquinho fora”, disse ela.

A artista também aproveitou para agradecer aos fãs. “Obrigada pelo carinho de vocês, o povo todo que sempre me manda direct com proteção e bênçãos e oração”, concluiu.

Na legenda do vídeo, Elizângela também fez um agradecimento. “Gratidão Senhor pelo livramento. Poderia ter sido pior”.

Veja+: Elizângela afirma que vilã de A Dona do Pedaço merecia ter apanhado mais

HOMOSSEXUALIDADE DA FILHA

Veterana da telinha e esbanjando saúde e disposição, Elizângela falou pela primeira vez da homossexualidade da filha, a bailarina Marcelle Sampaio.

“Soube que a minha filha é gay há muitos anos. É claro que a gente se surpreende, mas nada que seja um bicho de sete cabeças, afinal de contas, a gente vem para cá para ser feliz, não é? Gostaria eu de ter esse leque. Infelizmente não faz parte do meu paladar. Se eu gostasse, provavelmente eu não estaria solteira”, disse ela à coluna Retratos da Vida, do jornal Extra.

“Sou uma pessoa muito reservada, mas não tenho nada a esconder. Acho que qualquer pai e mãe fica apreensivo com relação ao tipo de comportamento que as pessoas possam ter. Mas se você não fica escondida no armário, se é uma pessoa como a minha filha, que tem uma personalidade que não se importa com determinadas coisas e vive a vida dela, ponto final. Até porque isso é absolutamente normal, mas tem a apreensão de como as pessoas vão reagir. As pessoas são hipócritas. A gente escuta por aí as coisas mais absurdas, do tipo ‘prefiro ter um filho traficante do que um filho gay’. Escutamos as coisas mais absurdas, infelizmente. Eu tenho é muito orgulho de ter uma filha gay e íntegra. O fundamental é o respeito que a gente tem que ter. As pessoas têm que se respeitar e se amar mais”, desabafou Elizângela.

Carregar Mais Notícias