Cinco curiosidades sobre a série The Witcher, da Netflix

Cinco curiosidades sobre a serie The Witcher da Netflix

The Witcher chegou globalmente com exclusividade para os usuários da Netflix no dia 20 de dezembro, e desde então, vêm se tornando extremamente popular entre os fãs, além de uma das produções do serviço de streaming mais populares.

Aproveitando toda esta animação em torno da série, nós do OFuxico separamos cinco curiosidade acerca da produção da série, que conta com fatos bem peculiares tanto na trama quanto nos bastidores. Confira:

Adaptação da série literária

Apesar de The Witcher ser uma franquia muito famosa no mundo dos videogames (com o terceiro jogo já tendo recebido o prêmio de jogo do ano), ela originalmente surgiu em produções literárias na Polônia, com contos e sagas literárias de Andrzej Sapkowski, publicados nas décadas de 1980 e 1990.

"Obviamente há algo épico que começa na saga dos livros, mas os contos entregam muita construção de mundo e explicam o que é o Continente, a parte política e também um entendimento do povo. Focamos bastante nisso na primeira temporada”, comentou o showrunner Lauren S. Hissrich em entrevista à Entertainment Weekly.

Três linhas temporais durante a série

Por adaptar boa parte dos contos originais, a série é dividida em três linhas temporais diferentes, que se passam simultaneamente no decorrer dos episódios só que sem uma divisão clara de qual é qual, e o espectador deve ser sagaz o suficiente para notar os detalhes. (spoiler abaixo)

A época mais antiga a aparecer no programa é a da feiticeira Yenner (Anya Chalotra), cujo rei Foltest (Shaun Dooley) aparece ainda criança.

Já Geralt (Henry Cavill), personagem que dá a cara franquia, se passa em um tempo um pouco mais avançado do que de Yennefer, pois agora Foltest já está adulto.

Quanto a Ciri (Freya Allan), está no presente e é o tempo mais atual da série, com sua avó Calanthe (Jodhi May) sendo uma guerreira veterana, enquanto na época de Geralt ela havia acabado de vencer sua primeira batalha no início da série.

Henry Cavill não usou dublê nas cenas de ação

Um dos maiores chamativos de The Witcher são suas cenas de ação, que conseguem prender a atenção de qualquer um que esteja assistindo, e Geralt como um bruxo guerreiro rende momentos incríveis.

Henry Cavill não utilizou dublês nas cenas de ação da série

Este fato fica ainda mais intrigante quando se descobre que Henry Cavill não utilizou dublês para as cenas de Geralt, fazendo tudo ele mesmo. Que ator, não é mesmo?

Visão prejudicada pelas lentes de contato

Mas nem tudo foram flores na vida de Henry Cavill durante as gravações da série.

Geralt possui olhos amarelos, e por causa disso, o astro teve que utilizar lentes de contato para que a caracterização fosse possível, mas ele não poderia utilizá-las por longos períodos de tempo por elas impedirem a oxigenação dos olhos.

Cavill acreditou que poderia aguentar mais tempo que o recomendado de três horas, e durante uma gravação nas Ilhas Canárias, uma poeira entrou atrás das lentes e começou a aranhar os olhos dele, quase o cegando.

Felizmente, a médica chegou e conseguiu fazê-lo tirar os objetos, ou as gravações não continuariam. Ufa, não é mesmo?

Músculos de Henry Cavill desgastaram o figurino

Os músculos de Henry Cavill desgastaram o figurino dele em The Witcher

Henry Cavill é conhecido por possuir um físico muito forte desde quando interpretou o Superman em O Homem de Aço, em 2013, e seu treino para The Witcher não foi diferente.

Porém, os músculos do ator acabaram gerando um problema para a produção, pois eles desgastavam o couro do figurino muito rapidamente, exigindo trocas constantes.

Que força, não é mesmo?

Qual destas curiosidades mais chamou sua atenção?

Carregar Mais Notícias