Viúva de Gugu quebra o silêncio e esclarece disputa sobre fortuna

Gugu
Rose Miriam De Matteo fala sobre imbróglio envolvendo fortuna de Gugu (Imagem: Divulgação / Record)

Rose Miriam De Matteo falou pela primeira vez sobre o imbróglio envolvendo a fortuna de Gugu Liberato. A médica alega que tem direito a parte da herança deixada pelo apresentador pelos anos em que estiveram juntos. O famoso, por sua vez, deixou os bens para os três filhos e os sobrinhos num testamento feito em 2011.

Em entrevista para o repórter Bruno B. Soraggi, do jornal Folha de S. Paulo, a viúva disse que qualquer mulher faria o mesmo em seu lugar. “Está parecendo que é uma briga. Mas não é. Eu tenho todo o direito de me colocar no meu lugar, infelizmente, na condição de viúva”, lamentou.

Abalada com a morte do companheiro, Rose afirmou que a família sabia da relação de marido e mulher deles. “A própria família dele estava cansada de nos ver juntos, há 19 anos. Eu chamava ele de anjo. Nunca tive outro homem a não ser ele. Há pessoas que não querem aceitar a minha união estável com Gugu. Nós sempre fomos uma família. Marido e mulher, mãe e pai de três filhos. Só isso. É tão óbvio”, alegou.

Questionada se eles moravam juntos, ela explicou: Gugu, Rose e os três filhos, João Augusto, Sofia e Marina foram morar em Orlando por causa dos estudos das crianças, em 2015, mas Gugu vinha para o Brasil, apenas de mala de mão, para trabalhar. “Toda segunda de manhã ele depositava [no banco] o que eu precisava para me manter”, contou.

Quando moravam no Brasil, Rose e Gugu viviam em casas diferente: ele na Aldeia da Serra e ela em Alphaville, em SP. “Mas nós sempre fomos uma família. A gente sempre se amou. Sempre fomos pai e mãe dos mesmos filhos, íntimos um do outro. O fato de ele morar em uma casa e eu na outra não significa nada, mesmo porque o Gugu gostava de silêncio, entendeu? E ele continuava a vida dele, no escritório dele, na casa dele, no cantinho dele”, esclareceu.

Além do nome fora do testamento, conta contra Rose o fato de não terem assinado nenhum papel que comprove a união. “Nós tivemos os três filhos e a nossa vida foi correndo. Normal, um companheiro do outro”, resumiu.

Segundo Rose, os filhos continuam abalados com a morte do pai. “O Gugu morreu na nossa casa. As crianças estão muito abaladas porque eles viram o pai morrendo no chão. Foi trágico. Ele faleceu nos meus braços praticamente”, revelou.

Na entrevista, o advogado questionou se Miriam sabia o valor real do patrimônio de Gugu. “Nunca fiquei perguntando. Não tinha motivo”, respondeu. “O que sei é que o que é do pai é dos filhos. Já está tudo no nome dos filhos. Como o Gugu queria. Não quero nada para mim. É tudo deles. Eu só vou viver de usufruto para poder me manter”, afirmou.

Carregar Mais Notícias