Bomba de bastidor! Informação vaza e entrega 3 demissões de apresentadores do É de Casa da Globo

Apresentadores do É De Casa da Globo (Foto: Reprodução)
Apresentadores do É De Casa da Globo (Foto: Reprodução)

O Natal chegou, mas nem assim a produção do É de Casa da Globo estaria relaxada. Segundo o que foi apurado por nossa redação, o futuro dos apresentadores do programa ainda é incerto.

A reta final do ano de 2019 está chegando ao fim e é uma época de festas e descanso, no entanto, segundo o que foi apurado por uma fonte do TV Foco junto a uma pessoa que trabalha na produção do É de Casa que vai ao ar nos sábados da Globo, o clima lá é bem diferente das típicas comemorações de fim de ano.

É que o clima de incerteza é grande e de medo também. Uma pessoa de bastante importância para o programa confirma para os mais próximos que a atração vai sim passar por uma reformulação em 2020. A ideia é que o É de Casa fique apenas com 2 apresentadores e nada mais, hoje a atração é comandada por Zeca Camargo, Patrícia Poeta, Cissa Guimarães, André Marques e Ana Furtado.

Segundo o que se sabe, a audiência do programa É de Casa está dentro do esperado, mas a Globo precisa seguir reduzindo custos e entende que os apresentadores do semanal estão realmente subaproveitados. Em conversas internas, o que se sabe é que André Marques, Cissa Guimarães e Ana Furtado são quase dados como certos para deixarem a atração. Todos eles poderão investir em outros projetos ainda na casa, em alguns casos, também serão discutidas redução drástica ou renovação dos contratos deles.

Já falando de Patrícia Poeta e Zeca Camargo, ainda existe uma avaliação se seria a melhor dupla para ficar a frente do É de Casa. Lembrando que eles já trabalham juntos no passado no comando do Fantástico. Agora, o que se fala é que existe também um aguardo em relação a renovação do contrato de Zeca, que ainda não sinalizou se vai aceitar a proposta do canal que propõe uma redução de até 50% nos ganhos atuais do apresentador, que fatura um salário de 300 mil reais mensais.

Vale dizer que 2019 foi um marco nos bastidores da Globo e entrou para a história como o ano em mais a emissora reduziu custos e promoveu demissões na última década. Entre pedidos e saídas efetivas foram diversos nomes como Dony De Nuccio, Fernando Rocha, Mariana Ferrão, Mari Palma, Monalisa Perrone, além de diversos nomes da teledramaturgia que perderem seus contratos longos e gordos como o caso de Bianca Bin e Bruno Gagliasso.

Também cabe ressaltar que durante os últimos meses foram diversas as vezes nas quais ganharam força as demissões no programa É de Casa, o que a assessoria de imprensa, como lhe cabe, sempre fez questão de negar.

Apresentadores do programa da Globo É de Casa. (Foto: Reprodução)
Carregar Mais Notícias