Gugu Liberato tem órgãos doados e família se despede com última mensagem

Gugu Liberato morreu aos 60 anos (Foto: Reprodução)
Gugu Liberato morreu aos 60 anos (Foto: Reprodução)

Órgãos de Gugu Liberato já foram doados

Gugu Liberato morreu oficialmente na noite dessa última sexta-feira, 22 de novembro, como já informado, e já tem velório definido. O comunicador sofreu um grave acidente após cair de um altura de 4 metros dentro de sua própria casa em Orlando, nos EUA. Ele chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu.

O corpo de Gugu, de acordo com a assessoria do apresentador, deve ficar nos Estados Unidos até quarta-feira (27) para que sejam realizados todos os trâmites para o traslado até o Brasil. Antes de morrer, o contratado da Record se declarou como doador de órgãos. Segundo informações do programa Domingo Legal, do SBT, os órgãos já foram doados.

De acordo com a atração, o procedimento teve início às 4h da manhã deste domingo, 24. Os órgãos foram encaminhados para diversos hospitais do país. Os médicos acreditam que o comunicador ainda pode beneficiar até 50 pessoas que aguardam órgãos na fila de transplante.

O fato é que Gugu havia sofrido morte cerebral e infelizmente não havia mais nada que os médicos pudessem fazer. Inclusive, a família levou um médico brasileiro de confiança para os Estados Unidos para acompanhar o caso, mas não obteve êxito.

Antes da doação de órgãos, a família de Gugu Liberato participou de um ritual promovido pelos médicos do local, deixou uma última mensagem de despedida que foi lida por eles antes do início do procedimento.

Dessa forma, a família de Gugu já pode dar início ao processo de translado do corpo dos Estados Unidos ao Brasil. A assessoria do artista acredita que o corpo não chegue antes de quarta-feira, mas a previsão é que até quinta-feira, 28, eles possam enterrar o apresentador.

Gugu Liberato no palco do Canta Comigo (Foto: Antonio Chahestian/Record)
Gugu Liberato
(Foto: Antonio Chahestian/Record)

Ao chegar no Brasil, o corpo será encaminhado para a Assembleia Legislativa de São Paulo. Lá, ocorrerá o velório, que será aberto oficialmente ao público. O enterro será no jazigo da família, no Cemitério do Morumbi, na zona sul da cidade. Ainda não há confirmação sobre a data exata.

Carregar Mais Notícias