Roberto Carlos causa polêmica e envia carta para presidente do Brasil que censurou filme

O cantor Roberto Carlos que se apresenta todos os anos na emissora carioca, Globo(Foto: Divulgação)
O cantor pegou toda a classe artística ao defender a ideia que o presidente do país teve em censurar uma obra internacional dos cinemas nacionais (Foto: Divulgação)

O cantor Roberto Carlos causou a maior polêmica ao sera favor do presidente do país censurar um filme.

Roberto Carlos é um dos maiores cantores que o país ainda tem o prazer de ver na ativa. Por causa de tanta popularidade, ele acumula milhões de fãs nas redes sociais. Com isso, o artista consegue mover milhares de pessoas para os seus shows que acontecem ao redor do mundo. A carreira de Roberto é também marcada por algumas polêmicas bem fortes. Uma das controvérsias que mais deram o que falar, foi a vez em que o cantor foi a favor da censura de um filme.

Essa foi uma das primeiras polêmicas do Rei Roberto Carlos em início de carreira. O filme censurado pelo governo Sarney foi o “Je vous salue Marie” de Jean-Luc Godard. A obra teve sua exibição proibida pela então presidente do país, pois a história misturava religião com erotismo, e Sarney tomou essa decisão “para assegurar o direito de respeito à fé da maioria da população brasileira”.

Roberto Carlos (Foto: Globo/Pedro Curi)
Roberto Carlos causa polêmica e envia carta para presidente do Brasil que censurou filme
(Foto: Globo/Pedro Curi)

Diversos artistas brasileiros foram contra a censura de Sarney, porém, roberto Carlos foi o único que apoiou e ainda por cima enviou uma carta de próprio punho para o presidente do Brasil. Esse episódio ficou marcado eternamente na história da cultura do país porque se tratou de uma época em que Sarney proibiu a exibição de dois filmes internacionais que tratavam de religião de uma forma não convencional.

Roberto Carlos foi bastante odiado por alguns artistas, mas como ele sempre foi religioso, não poderia concordar com tal prática.

Carregar Mais Notícias